Quem Somos

Com mais de 29 anos de atividade, a SOBRATEMA - Associação Brasileira de Tecnologia para Construção e Mineração se dedica a propor soluções para o desenvolvimento tecnológico do setor, difundir o conhecimento e informações, participar da formação, especialização e atualização de profissionais que atuam no mercado brasileiro da construção e da mineração.

A entidade conta com o apoio de mais de 1 mil associados (profissionais e empresas de construção, de locação, fabricantes e prestadores de serviços) e de parceiros estratégicos, que englobam as principais entidades representativas de profissionais no Brasil e no exterior.

Blog da Sobratema

Associação Brasileira de Tecnologia para Equipamentos e Manutenção

PESQUISAR

Publicado em 17 de maio de 2018 por Mecânica de Comunicação

Análise vibratória de fundações deve seguir métodos adequados

A execução de fundações exige cuidados especiais, pois é necessário que a interação entre máquina e fundação trabalhe de forma segura, com adequado funcionamento dos equipamentos e garantia do conforto humano. No Brasil, os maiores especialistas são em grande parte engenheiros mecânicos, enquanto que os programas de graduação em engenharia civil contemplam a análise dinâmica das fundações apenas de forma parcial. Além disso, não existe uma norma ABNT específica sobre este tema, apenas a ABNT NBR 6122 – Projeto e execução de fundações, portanto a referência mais utilizada é a N-1848 Projetos de Fundações de Máquinas, texto formulado pela Petrobras.
 
                Foto: Revista M&T 
 
 
Além dela, existem normas estrangeiras que também podem auxiliar especialistas brasileiros. Antes de iniciar a análise dinâmica de uma fundação de máquina, algumas informações devem ser observadas, como: parâmetros do solo – posição e natureza das camadas do solo, cota máxima do lençol freático, massa específica do solo, entre outros –, parâmetros do equipamento – frequências críticas de operação, cargas dinâmicas e peso do conjunto ou dos elementos do conjunto –, e parâmetros geométricos da fundação. 

O método de análise de fundações sob solicitações dinâmicas mais empregado no Brasil é a simplificação do modelo estrutural a partir do uso de molas de referência, o que pode gerar imprecisões, pois as molas comumente utilizadas em análises vibratórias convencionais podem não reproduzir com rigor o comportamento de interação entre solo e estrutura.
 
Tendo em vista as deficiências na execução de fundações de máquinas sobre estacas, pesquisas acadêmicas já apontam soluções para otimizar tal processo. Uma das soluções seria utilizar programas computacionais de elementos finitos para fins de aplicação prática. Alguns programas permitem, por exemplo, representação em 2D ou 3D do sistema analisado. Além de aspectos gerais apresentados virtualmente, como deslocamento e velocidade, os programas digitais permitem conhecer pontos mais específicos, como múltiplas camadas de solo e análise de viabilidade de instalação de amortecedores contra reflexão das ondas, o que reduziria a perda de energia por radiação.
 
O assunto foi abordado na tese de mestrado Análise Vibratória de Fundações de Máquinas sobre Estacas, defendia por Guilherme Alan Souza Costa na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (EURJ) com orientação de Marcus Peigas Pacheco. 
Exibindo 0 Comentários:

Deixe seu comentário:

Nome
E-Mail

Atenção: Os comentários aqui publicados são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores deste blog. A Sobratema reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar caluniosos, difamatórios, ofensivos ou preconceituosos, assim como, textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação de seu autor (nome completo e endereço válido de e-mail).

Av. Francisco Matarazzo, 404 Cj 401 Água Branca - CEP 05001-000 São Paulo/SP - Telefone (11) 3662-4159 - Fax (11) 3662-2192 - sobratema@sobratema.org.br

Loading