Quem Somos

Com mais de 29 anos de atividade, a SOBRATEMA - Associação Brasileira de Tecnologia para Construção e Mineração se dedica a propor soluções para o desenvolvimento tecnológico do setor, difundir o conhecimento e informações, participar da formação, especialização e atualização de profissionais que atuam no mercado brasileiro da construção e da mineração.

A entidade conta com o apoio de mais de 1 mil associados (profissionais e empresas de construção, de locação, fabricantes e prestadores de serviços) e de parceiros estratégicos, que englobam as principais entidades representativas de profissionais no Brasil e no exterior.

Blog da Sobratema

Associação Brasileira de Tecnologia para Equipamentos e Manutenção

PESQUISAR

Publicado em 24 de maio de 2018 por Mecânica de Comunicação

Planejamento da gestão do canteiro de obras contribui para atenuar impactos ambientais

A geração de resíduos é uma questão primordial na construção civil, devido principalmente ao grande volume de material produzido. Estima-se que 50% dos resíduos de um centro urbano são originários de obras do setor. Sobre isso, medidas vêm sendo tomadas há algum tempo pelo Governo Federal com a intenção de ajudar construtoras a reduzir o impacto gerado ao meio ambiente. O Plano de Gerenciamento de Resíduos da Construção Civil, implantado em 2003, define práticas a serem cumpridas dentro dos canteiros, como: instalar coletores e áreas de armazenamento de resíduos divididos em categorias, de maneira a facilitar a coleta seletiva; segregar o material descartado não reciclável e disponibilizar instruções sobre o tratamento adequado de resíduos. 
 
               Foto: Grandes Construções 
 

Além do Plano de Gerenciamento de Resíduos da Construção Civil e de medidas que o reforçou, como a Política Nacional de Resíduos Sólidos, de 2010, construtoras também devem buscar apoio em códigos de obras e normas ABNT.  Diversificar as fontes de informação é importante, porque outras questões externas podem interferir na gestão de resíduos, como áreas de apoio, como alojamentos provisórios, sanitários e vestiários. Tais dependências, se não planejadas de maneira adequada, prejudicam o fluxo de trabalhos do canteiro de obras, dificultando a movimentação de caminhões, materiais e entulho.

Sobre os problemas de diferentes naturezas presentes no canteiro, pesquisadores recomendam algumas medidas. Ações de fiscalização regulares, auditorias internas e treinamento de funcionários são algumas das práticas aconselhadas. O assunto foi abordado na dissertação de mestrado profissional apresentada na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC): Planos de Gerenciamento da Construção Civil e Atenuação de Impactos Ambientais em Canteiros de Obras, de autoria de Fernando Sérgio Fogli com orientação de Maria Eliza Nagel. 
Exibindo 0 Comentários:

Deixe seu comentário:

Nome
E-Mail

Atenção: Os comentários aqui publicados são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores deste blog. A Sobratema reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar caluniosos, difamatórios, ofensivos ou preconceituosos, assim como, textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação de seu autor (nome completo e endereço válido de e-mail).

Av. Francisco Matarazzo, 404 Cj 401 Água Branca - CEP 05001-000 São Paulo/SP - Telefone (11) 3662-4159 - Fax (11) 3662-2192 - sobratema@sobratema.org.br

Loading