Associação Brasileira de Tecnologia
para Construção e Mineração

Blog Construliga - 2019: O ano da reconstrução

2019: O ano da reconstrução

Mesmo com uma situação ainda sem definições claras, com as medidas a serem tomadas pelo novo governo, vemos um certo otimismo de nossos empresários

Por

 Wilson Mello Junior

 -

17 de janeiro de 2019

 

Participei de vários eventos nos últimos meses e verifiquei que após vários anos de queda no PIB do setor de construção vemos uma luz no fim do túnel (reconstrução).

Em recente evento organizado pela SOBRATEMA foram apresentados alguns dados do setor que nos leva a acreditar uma recuperação da construção em 2019.

As eleições mostraram que nossa população exige mudanças das políticas adotadas nos últimos anos que levaram o Brasil a situação atual.

O gráfico abaixo apresentado neste evento demonstra a grande queda do PIB do setor da construção.

Mesmo com uma situação ainda sem definições claras, com as medidas a serem tomadas pelo novo governo, vemos um certo otimismo de nossos empresários como demonstra a pesquisa realizada pela SOBRATEMA.

Outro fator importante é a expectativa de venda de equipamentos para o próximo ano que nos leva a acreditar num ano de recuperação em nosso setor. Isso ficou claro com o otimismo que notei da Feira de Equipamentos ocorrida em novembro/2018 onde foram comercializadas inúmeras maquinas novas. Esta feira surpreendeu os fabricantes participantes pelo volume de negócios concretizados.

Outro setor que devemos ter uma expansão devido as mudanças ocorridas no setor da construção pesada é o setor de locação de maquinas.

Atualmente este setor representa apenas, algo em torno de 0,06% do PIB que é muito abaixo da média de Países desenvolvidos, que representam entre 0,20 e 0,30 do PIB.

Acreditamos que a recuperação de nossa economia passará pelo crescimento do setor de construção, por ser o setor que conseguirá absorver rapidamente grande quantidade de trabalhadores e aquecer vários outros setores.

Que 2019 seja o ano da reconstrução de nosso setor e de nosso País.