Associação Brasileira de Tecnologia
para Construção e Mineração

Sobratema apoia Coalizão Valorização Energética de Resíduos

No dia 29 de setembro, foi realizado o lançamento da Coalizão Valorização Energética de Resíduos, uma iniciativa da ABREN e da ABIMAQ, visando promover ações para incentivar o desenvolvimento da valorização energética de resíduos sólidos no Brasil. A Sobratema é uma das entidades entidades assinantes do manifesto em prol da valorização energética de resíduos.

O vice-presidente, Carlos Pimenta, representou a Sobratema na solenidade de lançamento. Ele destacou que a iniciativa vai ao encontro de grande parte da área de atuação da entidade. Além disso, convidou todos os participantes para conhecer e participar do movimento BW, cujo grande evento será promovido entre os dias 17 e 19 de novembro de forma virtual. 

Na abertura, vice-presidente do Conselho da ABREN, Antônio Bolognesi, destacou que a iniciativa é de grande sucesso pelo alinhamento de parceiros relevantes e representativos no cenário empreendedor brasileiro, unidos pela certeza de que o Brasil precisa ser alçado a um outro nível na gestão e no tratamento dos resíduos sólidos no território nacional. Bolognesi acentuou que as usinas de recuperação energética (URE) ou Waste-to-Energy (WtE) representam o que há de mais moderno em Economia Circular para a sustentabilidade, com benefícios palpáveis e tangíveis para o meio ambiente, à saúde da população e à mitigação do aquecimento global.

Yuri Schmitke, presidente executivo da ABREN, apresentou o panorama global sobre o estado da arte do tratamento de resíduos sólidos no mundo, exemplificando a prática de tecnologias avançadas de recuperação e valorização energética dos resíduos, pontuando seus impactos positivos sobre a saúde pública, a mitigação na mudança do clima, a possibilidade de concretizar maiores possibilidades para a geração distribuída, o desenvolvimento de uma indústria verdadeiramente sustentável, com a inserção de grande avanço tecnológico, entre outras vantagens das usinas WTE. Schmitke também destacou aspectos da regulação doméstica sobre o tema e os avanços ainda necessários.

Já José Velloso, Presidente da ABIMAQ e co-fundador da Coalizão, destacou se tratar de tema importantíssimo para a sociedade, em especial face à aprovação do marco do saneamento, particularmente sob dois focos: aumento de investimento no País e proteção ao meio ambiente.

A solenidade contou ainda com os discursos de Hélvio Guerra, Secretário de Planejamento Energético do Ministério das Minas e Energia; do deputado Lafayette Andrade, relator do Código Brasileiro de Energia Elétrica; do deputado Arnaldo Jardim, e dos representantes das entidades participantes da Coalizão: WtERT Brasil, SINDESAM, COGEN, ABGD, ABERS, ABEMI, ANIP e CervBrasil.

Para ler o manifesto da Coalizão Valorização Energética de Resíduos, acesse este link

}