Associação Brasileira de Tecnologia
para Construção e Mineração

Agregados online - Fabricantes de escavadeiras mostram a força de suas máquinas

FABRICANTES DE ESCAVADEIRAS MOSTRAM A FORÇA DE SUAS MÁQUINAS

fabricantes de escavadeiras

Os principais fabricantes de escavadeiras do mercado atendem ao segmento de agregados priorizando a robustez, a economia de combustível, a facilidade de manutenção e a tecnologia embarcada em seus equipamentos

Conversamos com os principais fabricantes de escavadeiras para entender como eles estão se preparado para atender ao mercado brasileiro em 2021, mesmo diante de um ano ainda de incertezas, mas com a perspectiva positiva para o mercado de equipamentos para construção, pelo fato de ter encerrado 2020 com uma alta de 22% na comercialização de máquinas da linha amarela (movimentação de terra) ante 2019, chegando a 19,6 mil unidades vendidas.

Os dados são do Estudo Sobratema do Mercado Brasileiro de Equipamentos para Construção, que também prevê um aumento de vendas da ordem de 20% no segmento de máquinas da linha amarela e de 25% para todo o setor de equipamentos para construção em 2021. Portanto, conheça abaixo, o que os maiores fabricantes de escavadeiras do mercado apresentam em termos de inovações tecnológicas para este equipamento muito versátil e que desempenha papel fundamental na construção e no dia a dia da produção de agregados.

 

CASE

fabricantes de escavadeiras

Case CX220C

A CASE Construction Equipment possui um portfólio diversificado quando o assunto é escavadeira hidráulica. Entre os lançamentos mais recentes da fabricante está a série C de escavadeiras hidráulicas, que é tida como referência em tecnologia, produtividade e baixo custo operacional. Os modelos que a compõem (CX130C, CX180C, CX220C, CX240C ME, CX350C, CX370C ME, CX490C e CX500C) reúnem diversos recursos tecnológicos que aliam a força de escavação e o alto torque de giro, resultando em ciclos de trabalho mais rápidos.

Além disso, todos os equipamentos da série C combinam eficiência hidráulica, potência do motor e recursos eletrônicos, que proporcionam o equilíbrio do equipamento e os torna capaz de disponibilizar a força de modo eficiente em cada aplicação, garantindo economia quando a tarefa é leve e entregando a potência necessária quando é requerida. Os modelos contam, ainda, com motor com certificação TIER 3/ MAR 1, que indica o baixo índice de emissão de poluentes, atendendo às normas de controle de emissão de gases.

“Em linha com as tendências e demandas do mercado, a CASE reforça em suas escavadeiras a qualidade e a eficiência hidráulica aliadas à durabilidade e à eficiência no consumo. Para tanto, a série C tem como destaque os reforços adicionais nos implementos como lança, braços, caçambas e chassi, assegurando sua maior durabilidade”, diz Trazilbio Neres Filho, Especialista em Produtos CASE Construction Equipment.

Outro diferencial apontado por Filho é a capacidade de adaptação às diversas operações. Isso porque as escavadeiras mencionadas possuem um motor capaz de adequar o torque e a potência durante a operação para manter a produção e possibilitar a maior eficiência no consumo. “Essa flexibilidade operacional do software assegura uma redução de consumo de 14% em média, se comparado com a série anterior”, complementa o especialista.

Considerando que cerca de 70% do custo operacional das escavadeiras são provenientes do consumo de combustível, a CASE apostou no desenvolvimento de vários recursos nesta frente, como:

  • BEC (Boom Economy Control): faz com que a rotação do motor seja reduzida em 100 rpm nos movimentos de giro e descida do implemento para atacar o material, pois nesta condição o implemento estará sem carga (esta ação é automática sem interferência do operador).
  • AES (Auto Energy Saving): com este recurso, a rotação reduz 50 rpm instantaneamente ao soltar o joystick independente do movimento e a pressão residual do sistema hidráulico também é instantaneamente reduzida.
  • AEC (Auto Economy Control): ao deixar o sistema hidráulico inativo por 4 segundos, a rotação é reduzida para marcha lenta e, permanecendo assim por 3 minutos, o motor é desligado (recurso habilitado pelo operador através do painel).
  • SWC (Swing Relief Control): a potência hidráulica no movimento de giro é cuidadosamente gerenciada para evitar desperdício de energia até o vencimento da inércia.

Para manter o alto padrão de toda a sua linha de equipamentos, incluindo as escavadeiras hidráulicas da série C, a CASE conta com uma equipe especializada. O pós-venda da marca inclui os serviços de manutenção preventiva, corretiva e itens de desgaste, além do portfólio completo de peças genuínas, que podem ser utilizadas em qualquer máquina da frota, e os itens da linha NEXPRO, ideais para manter a performance durante todo o ciclo de vida dos equipamentos a custos mais competitivos. “Além disso, contamos com um e-commerce próprio para o comércio de peças, disponível no endereço: www.caseceonline.com.br”, finaliza Filho.

 

Caterpillar

fabricante de escavadeiras

Cat 345GC

Caterpillar oferece diversos modelos de escavadeiras no Brasil. Mas, especificamente para o segmento de agregados, há duas máquinas fabricadas no país que se destacam mais: a CAT 336, com 36 a 38 toneladas de peso operacional, e a CAT 345 GC, com 44 toneladas de peso operacional.

Lançada em 2020, a escavadeira CAT 345 GC oferece o equilíbrio ideal entre desempenho confiável, produtividade e custos mais baixos. Quando o assunto é o consumo de combustível, por exemplo, o modelo se propõe a ser até 25% mais eficiente, graças à combinação precisa de menor velocidade do motor e da bomba hidráulica, que oferece maior desempenho no trabalho por unidade de combustível. Vale destacar que o motor que acompanha o equipamento atende aos padrões de emissões equivalentes ao Tier 3 do EPA (Environmental Protection Agency, Órgão de Proteção Ambiental).

“Além disso, a Cat 345 GC é equipada com dois modos que também auxiliam no gerenciamento do consumo de combustível: o modo de energia e o novo modo inteligente. Enquanto o primeiro deles oferece produtividade máxima em aplicações mais exigentes, como carregamento de caminhões, o segundo ajusta automaticamente a velocidade do motor e a potência hidráulica de acordo com os requisitos da operação”, explica Maurício Briones, Especialista de Aplicação de Escavadeiras da Caterpillar.

Para complementar, o modelo foi desenvolvimento para permitir intervalos estendidos de manutenção. Isso porque os filtros hidráulicos e de ar, bem como o do tanque de combustível, possuem maior capacidade e uma vida útil mais longa. Segundo a Caterpillar, todos esses fatores, somado ao fato de que os locais dos filtros foram alocados para reduzir o tempo de serviço, contribuem para uma redução dos custos de manutenção de até 35%.

No quesito tecnologia, a CAT 345 GC vem com o sistema de telemetria CAT Link. Fornecido de fábrica, ele ajuda monitorar os equipamentos em tempo real e reúne dados sobre horas trabalhadas, produtividade, consumo de combustível, códigos de diagnóstico e outros.

A CAT 336, por sua vez, possui tecnologia avançada que propicia até 45% de aumento na eficiência do operador, até 15% de redução do custo de manutenção e um aumento de até 15% na eficiência de consumo de combustível (litros/tonelada) em comparação às séries anteriores de escavadeiras CAT do mesmo porte. Entre as modificações realizadas no modelo destacam-se as melhorias na cabine do operador, que passou a ter controle automático de temperatura, assentos mais largos e um ambiente com amplo espaçamento entre o operador e consoles.

 

JCB

fabricante de escavadeiras

JCB JS220

Para Etelson Hauck, Gerente de Produtos da JCB, o segmento de agregados demanda máquinas sofisticadas com funcionalidades que aumentem a versatilidade de acessórios nas aplicações, diminuem o consumo de combustível do motor e o ruído na cabine do operador, ampliem a vida útil do trem de força e do sistema hidráulico, bem como aumentem a precisão e a segurança da operação.

Um exemplo de equipamento que a fabricante oferece neste sentido é a escavadeira JCB JS ECO 235, uma versão com 23,5 toneladas, especialmente direcionada ao trabalho em pedreiras, com um motor de 4 cilindros, porém mais potente que o normal, com seus 173hp, o que a torna bastante econômica.

Para além da JCB JS ECO 235, Hauck reforça que a JCB possui várias opções de escavadeiras em seu portfólio de produtos, com destaque para o modelo Hydradig, que traz um novo conceito de escavadeira de rodas onde apenas a cabine fica montada no chassi superior para reposicionar o centro de gravidade mais próximo ao solo. “Isso permite que o equipamento aumente a capacidade de carga e a mobilidade, melhore a visibilidade do operador, facilite os acessos aos pontos de verificação diária e traga mais facilidade de manobras”, disse.

Independentemente do modelo, a JCB entende que o conforto do operador é um fator essencial para a produtividade das escavadeiras. Por isso, a visibilidade total é um dos fortes dos equipamentos da marca. “Uma moderna cabine com grandes áreas envidraçadas e colunas estreitas proporcionam uma visão clara, principalmente da caçamba. Além da produtividade, a visibilidade proporciona mais segurança ao operador e aos outros trabalhadores que estejam próximo ao equipamento”, explica Hauck.

Outro diferencial que acompanha o portfólio da companhia é o JCB Livelink, sistema de monitoramento que permite gerenciar as máquinas remotamente. Segundo Hauck, a ferramenta trabalha como uma espécie de Raio-X das máquinas, fornecendo relatórios de operação que podem ser acessados via computador, smartphones e tablets. A ideia é que, aonde quer que esteja, o proprietário possa ter acesso a informações precisas sobre sua máquina. Além disso, o sistema fornece notificações instantâneas e alertas críticos se houver problemas mecânicos ou elétricos que possam prejudicar a operação.

Em linhas gerais, o JCB Livelink auxilia na gestão de operação e manutenção das escavadeiras, diminui custos operacionais (como seguro contra roubo e má utilização durante a operação), diminui custos de manutenção preventiva e corretiva, aprimora habilidades operacionais através dos relatórios extraídos do sistema e aumenta valor de revenda.

Na parte de pós-vendas, a JCB também oferece acordos de manutenção, onde é possível pagar antecipadamente um valor justo por peças genuínas e mão de obra qualificada, equipe de técnicos treinados para atendimento em todo Brasil por meio dos distribuidores, garantia padrão de 2 anos para escavadeiras e muito mais. “A JCB e a sua rede de distribuidores oferecem aos clientes as melhores ferramentas para gestão da frota e gerenciamento de custo. Além disso, sempre buscamos o aprimoramento de nossos produtos e o aumento de portfólio em todas as linhas de soluções, incluindo a de escavadeiras hidráulicas”, finaliza.

 

John Deere

fabricantes de escavadeiras

JohnDeere 200G

A tecnologia é o principal diferencial desta fabricante de escavadeiras para o mercado brasileiro. Para se ter uma ideia, os dez modelos de escavadeiras da marca contam com o John Deere Worksight™, um sistema integrado de soluções tecnológicas que traz benefícios como o gerenciamento de frota, monitoramento de consumo de combustível, e envio de alerta das condições do equipamento, reduzindo custos e trazendo lucratividade na operação.

De acordo com Thomas Spana, Gerente de Vendas da Divisão de Construção da John Deere Brasil, as escavadeiras da marca também se diferenciam por possuírem uma das maiores velocidades de giro do mercado, característica que, aliada à força de escavação, as tornam mais produtivas. “Além disso, estamos lançando uma nova linha de caçambas para nossas escavadeiras, que serão 30% mais leves que as anteriores e possuirão um novo design e materiais ainda mais resistentes ao impacto”, conta.

Entre os lançamentos mais recentes da John Deere nesta frente está o modelo 200G, de 20 toneladas, que reúne diferenciais como a versatilidade operacional, a redução no consumo de combustível e o baixo custo operacional em diversas aplicações. Vale dizer que o equipamento permite o ajuste entre três modos de trabalho (Eco, Power e High Power), o que proporciona ao cliente o balanceamento entre produtividade e consumo de combustível, sem afetar a força hidráulica disponível.

“Assim como todas as escavadeiras e demais equipamentos desenvolvidos e pela Divisão de Construção da John Deere para o mercado brasileiro, este modelo também conta com o sistema JDLink™, que tem como principal objetivo o gerenciamento remoto da frota, permitindo o monitoramento do consumo de combustível, das horas de funcionamento e do desempenho da máquina, o que traz redução de custos e aumento da disponibilidade, além do aumento da lucratividade de operação”, comenta Spana.

O executivo adianta que, para 2021, o mercado pode esperar por melhorias na série de escavadeiras comercializadas no Brasil, que compreendem faixas de 13 a 35 toneladas. “Além de serem atualizadas com a nossa nova linha de caçambas, que foi projetada com mudanças no ângulo de ataque e produzidas com nova classificação de aço nobre, elas receberão nova iluminação em LED para otimizar trabalhos noturnos e câmera de ré traseira, para ampliar a segurança operacional”, revela.

 Para finalizar, Spana reforça que a estrutura de Pós-Vendas da John Deere conta com ampla cobertura, abrangendo 100% do território nacional. Os distribuidores da marca oferecem serviços de manutenção e otimização capazes de manter o rendimento operacional dos equipamentos durante toda a vida útil deles.

Entre as soluções que a companhia oferece nesta frente estão o SIIM, pacote de manutenções periódicas voltados a manter o equipamento em dia, garantindo maior tempo de disponibilidade; o Plus Care, que oferece extensão do período de garantia da máquina; a Central de Monitoramento, que permite o monitoramento do comportamento da máquina, com diagnósticos preventivos; e a Análise de Fluídos, que monitora os componentes da transmissão e evita paradas não programadas.

 

Komatsu

fabricantes de escavadeiras

Komatsu PC500LC

Dentre o amplo portfólio desta fabricante de escavadeiras hidráulicas de origem japonesa, o modelo PC500LC-10M0 versão SE é o que possui a maior presença no segmento de agregados. “A principal característica desta máquina está na capacidade da caçamba de 3,5 m³, a maior capacidade do mercado de escavadeiras de 50 ton. Isso significa menor quantidade de passes necessários para completar a carga do equipamento de transporte, resultando em maior quantidade de cargas no período de operação”, diz Mateus Zerbinati, Engenheiro de Vendas da companhia.

Para além da caçamba, a PC500LC-10M0, assim como todas as escavadeiras Komatsu, conta com o KOMTRAX, um sistema que monitora continuamente os parâmetros vitais de funcionamento da máquina, como o nível do óleo do motor, a temperatura do líquido de arrefecimento, a carga da bateria, a restrição do filtro do ar, entre outros. “O operador acompanha o funcionamento da máquina em tempo real através de um monitor com tela LCD, com imagens coloridas e em alta resolução, tudo para facilitar a sua interação com o equipamento”, diz Zerbinati.

Além disso, todo o histórico de utilização, códigos de falhas e registros operacionais ficam armazenados e são compartilhados remotamente via satélite diariamente. Para visualizar as informações, basta o proprietário ou o gestor da frota acessar o site do KOMTRAX de qualquer computador, tablet ou smartphone. “Essa ferramenta garante maior agilidade na tomada de decisões, aumentando a disponibilidade da máquina para a produção e reduzindo os custos operacionais, fatores chaves para o alcance de resultados positivos no segmento de agregados”, complementa o Engenheiro.

Outros pontos como comandos posicionados ergonomicamente para proporcionar maio conforto ao operador mesmo em longas jornadas; modos de seleção de trabalho que permitem a adequação da rotação do motor com a vazão da bomba hidráulica, otimizando o consumo de combustível; atendimento aos padrões de controle de emissão de poluentes PROCONVE/MAR-1; e a construção robusta para operações severas completam a lista de diferenciais das escavadeiras Komatsu.

Vale mencionar que a companhia possui uma rede de 10 distribuidores com 28 pontos de atendimento cobrindo todo o território nacional, por meio dos quais oferece atendimento baseado em princípios de excelência aos clientes.

 

Liebherr

fabricantes de escavadeiras

Liebherr R938

Para a Liebherr, há quatro características que são predominantes nas escavadeiras da marca e fazem com que elas estejam entre as mais produtivas do mercado: força de escavação do braço e da caçamba, velocidade, robustez e capacidade da caçamba. No Brasil, a companhia comercializa quatro modelos de escavadeiras da linha amarela que são aplicadas no segmento de agregados: a R938 (sucessora da R944C), a R954C, a R954C SME e a R966, que possuem peso operacional, respectivamente, de 38 toneladas, 50 toneladas, 60 toneladas e 70 toneladas.

Lucas Oliveira, Product Management de Movimentação de Terra da Liebherr Brasil, explica que os modelos se destacam em diferentes quesitos. A utilização de lubrificantes Liebherr, por exemplo, faz com que os intervalos de manutenção preventiva das escavadeiras sejam estendidos, consequentemente reduzindo os custos operacionais.

As escavadeiras Liebherr contam, ainda, com o sistema Litronic de controle de potência, que foi desenvolvido para fornecer maiores velocidade e força para os trabalhos mais severos, como os realizados em pedreiras. “Outro aspecto tecnológico importante é o sistema de telemetria Lidat desenvolvido pela Liebherr. Essa ferramenta permite com que o cliente faça o monitoramento e controle a distância do equipamento”, resume Oliveira, destacando que o motor a diesel Liebherr traz às escavadeiras maior confiabilidade e durabilidade, além de atender à norma de emissão Proconve MAR-I vigente no Brasil.

A escavadeira R938, já mencionada, é o lançamento mais recente da marca. Positivamente introduzido no mercado brasileiro em 2020, o equipamento possui diferenciais como a visão panorâmica sem obstruções com câmera na parte traseira e à direita para maior segurança, saída de emergência pela janela traseira da cabine, janela direita e para-brisa em vidros escuros laminados, cabine ROPS, carro inferior robusto em formato de X e com olhais de fixação integrados, e corrente das esteiras e roletes livre de manutenção da lubrificação do lifetime.

O conforto do operador também foi levado em consideração no projeto do novo modelo, que conta com uma cabine espaçosa, assento Liebherr Comfort com suspensão pneumática como item de série, display touchscreen de 7″, alta resolução e fácil de usar, nova iluminação em LED como item de série e muito mais. Para completar, a R938 vem com o conceito inovador de manutenção, com pontos de serviço acessíveis no nível do solo e níveis do óleo do motor e do óleo hidráulico visíveis no display.

 

Link-Belt

Link-Belt 360X3E

O lançamento mais recente da Link-Belt para a América Latina é a série de escavadeiras X3E, representada atualmente pelos modelos 210X3E, 130X3E, 180X3E e 360X3E. Destes, o modelo mais indicado para atender o segmento de agregados é a 360X3E.

A série X3E foi construída para atender às exigências da América Latina, a partir de quatro pilares principais: baixo consumo de combustível, alta produtividade, durabilidade e segurança. Vale destacar que os modelos da linha estão substituindo gradativamente as séries anteriores de escavadeiras da marca (X2).

“A produtividade é um dos pontos em que nossas escavadeiras se destacam. As máquinas Link-Belt possuem acionamento automático de potência, o que garante um aumento na força hidráulica, sem que o operador tenha que desviar a atenção da atividade de escavação”, explica Vladimir Machado, Especialista de Produto da Link-Belt Latin América. Segundo ele, os equipamentos da série X3E contam com dois modos de trabalho que são utilizados visando produtividade, sendo um deles direcionado ao trabalho pesado (modo H) e outro que prioriza a velocidade do equipamento, muito indicado para atividades de carregamento (modo SP). “Aliado a estes pontos, temos a estrutura do braço e lança em HD, além dos pinos e buchas destes conjuntos terem intervalos de lubrificação de 1000 horas”, complementa.

As escavadeiras X3E também se caracterizam por serem econômicas e altamente produtivas graças à combinação de tecnologias Sumitomo, que agregam mais inteligência na hidráulica e no gerenciamento das bombas, com a eficiência do motor ISUZU. Os motores que acompanham os equipamentos, por sua vez, possuem certificação de emissões equivalente Tier 3 EPA – programa que visa reduzir os impactos dos veículos motorizados na qualidade do ar e na saúde pública – e ainda contam com o sistema EGR, que faz com que parte dos gases do escapamento voltem para o motor para serem reutilizados em um novo ciclo.

“Os modelos da série X3E contam, ainda, com recursos de fábrica que proporcionam maior controle, produção e segurança aos operadores. No quesito segurança, temos cabine ROPS/FOPS, painel monitor de 7 polegadas, câmera de ré, cinco pontos de iluminação (dois na cabine, dois na lança e um na dianteira, que proporcionam visibilidade a qualquer hora do dia/noite) e sistema centralizado de lubrificação. Sobre a durabilidade, toda estrutura possui um reforço geral: o braço, que possui chapa de desgaste, e a lança são de estrutura HD (heavy duty), assim como o link da caçamba”, conta Machado.

Com relação à redução de custos, esta fabricante de escavadeiras traz um sistema de pinos e buchas com intervalo maior de lubrificação (1000 horas), sistema de Plug ecológico que facilita a troca de óleo, sistema de dupla filtragem de combustível, sistema de marcha lenta e desligamento automático. Estes pontos garantem uma maior disponibilidade dos equipamentos e, com isso, resultam em um menor custo por tonelada produzida.

Por fim, todos os modelos mencionados contam com o sistema exclusivo RemoteCARE® embarcado, que permite desde o rastreamento das máquinas com a função de geobloqueio até a telemetria completa. A telemetria compila informações sobre o desempenho das escavadeiras em campo, reunindo dados como localização da máquina, análise diária da operação, códigos de erro ativos e ainda o consumo de combustível diário. O novo recurso viabiliza o monitoramento completo das escavadeiras para que a rede de distribuidores preste total suporte ao cliente.

Machado adianta que, para 2021, o portfólio de escavadeiras da série X3E deve crescer. Isso porque há mais três modelos que devem ser lançados nos próximos meses para a América Latina: a escavadeira de 20 toneladas 210X3E Long Front (projetado para trabalhar em atividades que requerem grande alcance), o modelo de 30 toneladas 300X3E (indicado para o segmento de agregados) e a escavadeira de giro curto145X3E.

Indo muito além da venda de escavadeiras, a Link-Belt Latin America se preocupa em oferecer um pós-vendas de qualidade aos clientes da marca. Por esse motivo, o Departamento de Suporte ao Cliente da companhia possui uma equipe de técnicos especializados e com amplos conhecimentos sobre os produtos, motores e aplicações. Além disso, a Link-Belt conta com distribuidores igualmente capacitados em diversos Estados do Brasil e demais países da América Latina. “Nossa rede de distribuidores trabalha com ferramentas e logística apropriadas para atender os clientes, contando sempre com um corpo técnico altamente treinado diretamente pela fábrica”, diz Machado.

Entre as ofertas em pós-vendas da companhia estão os planos de revisão, que visam garantir a eficiência e o desempenho dos equipamentos, mantendo-os como novo; e o Programa de Análise de Fluídos, ferramenta de manutenção preventiva capaz de prolongar os intervalos de drenagem de óleo, aumentar a vida útil das escavadeiras, e o valor da revenda, e identificar problemas menores antes que eles se tornem grandes falhas.

 

Liu Gong

LiuGong 936E

A escavadeira 936E é o lançamento mais recente da Liu Gong. Com peso operacional de 35.000 a 35.585 kg, o modelo é voltado para trabalhos pesados e se destaca pela fácil operação, elevada produtividade e baixo custo de manutenção.

A 936E vem equipada com um motor Cummins de ultima geração, que atende aos padrões de emissões Tier 3 e detém função automática para ativação de marcha lenta para redução de consumo de combustível do equipamento. Além disso, possui o sistema de Controle Inteligente de Potência (IPC), patenteado pela Liu Gong. “O IPC controla a potência do motor diesel com as potências das bombas hidráulicas, evitando o desperdício de potência e, assim, aumentando a produtividade e diminuindo o consumo de combustível”, explica Igor Lião, Gerente de Marketing e Produto da companhia.

O modelo ainda conta com seis modos de trabalho selecionáveis, melhorando o controle do equipamento, eficiência e consumo de combustível, e com um sistema de fluxo no cilindro da caçamba, que diminui o tempo de ciclos de trabalho. O sistema hidráulico da máquina vem com bombas principais de pistões axiais da marca Kawasaki, no qual o fluxo de óleo é fornecido sob demanda, aumentando a performance do equipamento.

A cabine do modelo, por sua vez, foi projetada ergonomicamente, com proteção ROPS de série, com grande visibilidade, amplo espaço interno, vedada e pressurizada. Tudo isso para proporcionar um ambiente de trabalho seguro e confortável para o operador.

 

New Holland

fabricantes de escavadeiras

New Holland E215C EVO

Responsável por lançar a primeira escavadeira hidráulica do Brasil, a S90, em 1973, a New Holland Construction, marca da CNH Industrial, oferece ao mercado uma linha completa de escavadeiras, de 1 a 50 toneladas, preparadas para atender a diferentes aplicações.

Em termos de portfólio, esta tradicional fabricante de escavadeiras oferta a família Série C EVO, composta por oito modelos, dos quais seis foram nacionalizados em 2017 – E145C EVO, E175C EVO, E215C EVO, E245C EVO, E385 EVO e E405C EVO. Para o segmento de agregados, por sua vez, o destaque fica por conta dos os modelos E175C EVO e E215C EVO.

Com motor de 120 HP de potência, peso de operação de 17.850 kg e capacidade de caçamba de 1m³, a New Holland Construction E175C EVO é indicada nas operações que necessitam mudança constante de site, uma vez que seu peso e dimensões são compatíveis com caminhões menores, do tipo prancha, reduzindo o custo de frete. O modelo tem produtividade próxima a uma escavadeira de peso operacional de 20 toneladas. Além disso, vem com uma ampla cabine, garantindo maior visibilidade e conforto para o operador.

Na última atualização da linha, a E175C EVO recebeu um novo software de gerenciamento e duas centrais, com diversos recursos como o BES (Boom Down Energy Save), AES (Auto Energy Save) e SSC (Spool Stroke Control), otimizando a vazão hidráulica conforme a necessidade da operação, fazendo com que a máquina tenha a melhor relação entre velocidade de operação e potência hidráulica.

“Esses recursos proporcionam mais precisão nos movimentos e menor consumo de combustível, enquanto mantém um ótimo desempenho e elevada produtividade”, reforçou Marcelo Mota, Especialista de Produto da New Holland Construction. Além do software, alguns dispositivos bem-sucedidos foram aprimorados, como o reconhecido Power Boost, que passou a ser automático e gerenciado eletronicamente, garantindo eficiência no acionamento, de acordo com a necessidade da operação, sem desperdício de energia, gerando maior eficiência no consumo de combustível.

Segundo Mota, as atualizações também foram aplicadas na E215C EVO, modelo intermediário da linha de escavadeiras hidráulicas da New Holland Construction, equipado com motor FPT Industrial de 148 hp de potência, peso de operação de 22.100 kg e capacidade de caçamba de 1.1m³ a 1.7m³. “Vale destacar que a cabine deste modelo é mais espaçosa que os modelos anteriores e os componentes internos foram reposicionados para proporcionar aumento de espaço para os pés (40 mm a partir do banco). Já os níveis de ruído foram reduzidos a padrões semelhantes aos padrões automotivos, em torno de 70 dBa”, disse.

Para melhor controle das operações, as escavadeiras Série C EVO contam com painel de LED com tela de 7 polegadas. A tela pode ser dividida entre duas opções de câmera (visão traseira ou lateral) e mostra de maneira fácil e amigável as principais informações e funcionamento, como temperatura do fluido do motor, quantidade de combustível no tanque, temperatura do óleo hidráulico, medidor de hora e consumo médio de combustível. “Vale destacar que o motor FPT N67 MAR-I/Tier 3 da E215C EVO consome 14% menos combustível em média, comparado à série anterior e a maioria dos concorrentes, além de ter filtragem tripla de combustível para maior proteção e confiabilidade do sistema de injeção”, complementa Mota.

Com pontos de distribuição espalhados pelo Brasil e também na América do Sul, a New Holland Construction tem hoje uma das mais amplas coberturas de mercado da indústria de equipamentos de construção. A rede conta com treinamentos técnicos e comerciais presenciais em fábrica e treinamentos online para garantir atualizações constantes de produto e serviço – tudo com o objetivo de estar presente durante todo o ciclo de vida dos equipamentos comercializados pela companhia, garantindo assim a melhor performance dos mesmos e a rentabilidade para o bolso dos clientes.

Neste sentido, recentemente a New Holland apresentou ao mercado o FleetForce, solução em telemetria FleetSystems da marca que ganhou design renovado, painel amigável e navegação intuitiva. O sistema destaca informações essenciais sem exigir que o operador pesquise extensivamente os dados, garantindo controle e alta produtividade em diferentes aplicações, reduzindo os custos operacionais, de manutenção e tempo de máquina parada. “O FleetForce é oferecido como kit de fábrica ou de pós-venda, com planos de assinatura de um a cinco anos e duas opções de cobertura de dados”, explica Mota.

Além do FleetForce, a New Holland Construction tem o sistema FleetGrade, machine control da máquina com aplicação em escavadeiras, motoniveladoras, tratores de esteiras, entre outros. “Em síntese, esses sistemas garantem alta produtividade e total controle na execução dos trabalhos. As tecnologias em equipamentos de construção visam acompanhar em tempo real a eficiência/comportamento dos equipamentos, otimizar a operação, reduzir os custos operacionais e de manutenção e muito mais”, conclui o especialista.

 

Volvo

Volvo EC220DL

Volvo CE oferece uma linha de escavadeiras com alto nível de tecnologia embarcada para entregar elevada produtividade, maior disponibilidade e confiabilidade aos clientes da marca. Os equipamentos Volvo desta categoria possuem um projeto inteligente e modular, bem como 10 modos de trabalho diferenciados e a função ECO, que permitem que o operador adeque a sua máquina às mais diversas aplicações e necessidades a fim de alcançar a máxima eficiência operacional.

“Nossas escavadeiras são robustas e fabricadas seguindo rigorosos padrões de qualidade. Toda essa tecnologia utilizada nos processos de produção e em seus componentes faz com que as máquinas entreguem elevado rendimento e durabilidade nos mais variados segmentos, inclusive no de agregados, que demandam equipamentos com alta produtividade, eficiência e robustez”, diz Boris Sánchez, Gerente de Aplicações e Suporte a Vendas da Volvo Construction Equipment Latin America.

Entre os modelos que mais se destacam em termos de vendas nesta fabricante de escavadeiras, tanto no Brasil quanto em toda América Latina, é a EC220DL, escavadeira da classe de 22 toneladas. Projetada para a produtividade, ela apresenta um aumento de 10% na eficiência de combustível em relação ao modelo anterior e conta com diferenciais como o exclusivo modo ECO da Volvo, um novo sistema hidráulico e o superior motor a diesel D6 Volvo. Vale dizer que o motor em questão atende às regulamentações de emissões vigentes no país.

Para o próximo ano, o foco da Volvo CE será lançar soluções para a linha de escavadeiras já correntes, a fim de aumentar a eficiência e otimizar os custos operacionais para alguns segmentos de mercado específicos.

Outra forma de garantir a máxima eficiência dos equipamentos da marca é por meio de um pós-vendas robusto, elevada disponibilidade de peças e uma rede de distribuição treinada. “Entre as nossas ofertas nesta frente está o Active Care Direct (ACD), um serviço de monitoramento proativo feito pela Volvo, que proporciona aos clientes um aumento da disponibilidade da máquina e redução no consumo de combustível da frota. Temos ainda o sistema de telemetria e monitoramento Caretrack, planos de garantia estendida e uma grande oferta de peças remanufaturadas (Reman)”, finaliza Sánchez.