Associação Brasileira de Tecnologia
para Construção e Mineração

Blog Superbid - Transição do mercado de revendas para locação de linha amarela

Transição do mercado de revendas para locação de linha amarela

Por

 Flávio Pinto

O movimento de transição das revendas para locação no segmento da linha amarela parece ser irreversível e em muitos casos é motivo de preocupação pelas locadoras de máquinas e equipamentos.

Também é verdade que as vendas dos equipamentos da linha amarela tem crescido por todo o país, mesmo com a crise causada pelo coronavírus ainda identificamos um aumento de 35% até maio segundo reportagem do valor.

Muitos desses equipamentos devem ir para locadoras de máquinas e equipamentos no entanto, quem está no mercado consegue sentir um grande movimento das revendas de equipamento entrando cada vez mais na locação direta.

O que são equipamento de linha amarela? 

Equipamentos conhecidos como de linha amarela são aqueles geralmente utilizados para a construção, terraplanagem e até mineração. Geralmente, esses equipamentos são alguns que estão sempre sujeitos ao desgaste e abrasão comumente causados por pedras, pelo asfalto e por outros tipos de materiais abrasivos. 

construção rodoviária

Você sabia que, ao fazer a locação de máquinas pesadas, é extremamente importante escolher o equipamento que se encaixa melhor às necessidades do seu projeto? Isso porque a variedade e funções desses aparelhos são multiplas, mas, as vezes, é possível que a sua empregabilidade não funcione bem na sua obra.

Por isso, os equipamentos de linha amarela são muito robustos: contém estruturas que necessitam de força e de rigidez suficiente para conseguir suportar as cargas.

AS MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS DA CHAMADA “LINHA AMARELA” ESTÃO FREQUENTEMENTE SUJEITAS A DESGASTES QUE, DESSA FORMA, PODEM COMPROMETER E REDUZIR OS CUSTOS AO LONGO DE SUA VIDA ÚTIL, ALÉM DO TEMPO DE INATIVIDADE. 

Atualmente, um dos grandes desafios das empresas que trabalham com a locação destes aparelhos de construção civil compreende na melhora da disponibilidade de hora e na reduçaõ de custos de manutenção.

retroescavadeira de linha amarela

Por meio de tecnologia, alguns aparelhos de linha amarela conseguem utilizar GPS. Dessa forma a precisão do trabalho é aumentanda, além de garantir mais de 25% de produtividade no setor.

Alguns exemplos de aparelho de linha amarela são escavadeiras, carregadeiras, retro-escavadeiras entre outros. Eles também respondem a cerca de 40% de um total de 50 mil equipamentos por ano que são consumidos pelo mercado de construção do nosso país. 

Também é importante ressaltar que a demanda pelo setor só aumenta. Além disso, a necessidade de investimentos e da manutenção preventiva e corretiva dessas máquinas se torna cada vez mais importante. Principalmente uma vez que todos os equipamentos são utilizados em obras pesadas e complexas que exigem o cumprimento de todas as legislações dispostas e normas vigentes para que funcionem.

A importância da locação de linha amarela para o setor

O mercado de locação de linha amarela vem crescendo no país a alguns anos. Só em 2018 o mercado conseguiu atingir cerca de 10% no seu crescimento, apontando para uma nova direção no horizonte desse segmento.

Em 2019, o salto, também foi bastante volumoso: cresceu em 20%, um número super interessante para uma econonomia praticamente estável.

locação de linha amarela peças

Após as catástrofes acontecidas nas cidades de Brumadinho e em Mariana, ambas em Minas Gerais, a atuação de máquinas de linha amarela foi essencial para contornar os prejuízos causados, aumentando a demanda por equipamentos do setor.

Atualmente, o nosso mercado possui mais de 15 mil locadoras de equipamentos diferentes de todas as linhas: leves, manuais e compactas, gruas, plataformas, guindantes e, especialmente, de linha amarela.

Aliás, sobre a linha amarela é estimado que existam mais de 2700 em todo o país. Ao todo, o faturamento de todos esses segmentos atinge a marca de R$ 12 bilhões ao ano, sendo extremamente rentável aos empresários do setor. 

O setor de locação de linha amarela representa um capital intensivo. Em outras palavras: as locadoras investem em equipamentos que estejam alinhados com o atual momento da tecnologia, da economia, e de expectativa de mercado e de cliente, para crescer de forma competitiva.

Para manter os projetos, empresas que não mantém um portfólio grande de máquinas atualizadas comumente se apoiam nas empresas que realizam locação de linha amarela. 

linha amarela maquinas

Segundo dados da Associação Brasileira de Máquinas e Equipamentos (Abimaq), as fabricantes de máquinas da Linha Amarela tiveram crescimento de 35% de janeiro a maio. Isso comparado com o mesmo período no ano anterior. Ao contrário de outros segmentos da economia que decaíram em termos de venda, a construção civil continuou forte.

Existe aqui um viés de estabilidade desse crescimento alcançado do segmento. Os empresários de locação estão cada vez mais dispostos a não deixar a política contaminar seus negócios. Existem diversos setores onde a locação de linha amarela está reaquecida e que são independentes da política. Dessa forma, o mercado consegue crescer organicamente, mesmo sem grandes investimentos de infraestrutura.

Mercado de locação de linha amarela: máquinas mais procuradas

O mercado é capaz de disponibilizar inúmeras opções que equipamentos que desempenham funções primordiais para a construção e serviços, aos quais também destacam-se prédios ou estradas novas.

Portanto, é importante também saber qual funções essas máquinas podem exercer, especialmente para não alugar alguma que não atenda a necessidade do seu serviço. 

Diversas empresas têm trazido novidades no setor de produção de máquinas pesadas, com diversas funções que prometem sanar os problemas e disponibilizar novas funções para a construção. Isso também acontece porque uma máquina pode ser capaz de exercer inúmeras funções diferentes. Assim, é mais que fundamental entender cada uma das funções das máquinas disponíveis para o setor. 

Trator Esteira 

Este modelo de trator é ideal para nivelamento e a preparação dos solos. Ele é movido por meio de esteiras que promovem muita tração, atingindo todo o seu potencial para a construção.

Quando temos situações mais abrasivas como mineração e aterros sanitários a manutenção e deprecisação dos equipementos é completamente diferente.

modelo de trator esteira

Atuando na abertura e na conservação de estradas, o trator esteira também opera funções de desbravamento, na mineração, no segmento agrícola, para o reaterro sanitário, entre outros.

Rolo Compactador 

Rolo Compactador é um dos equipamentos mais utilizados na construção e manutenção das estradas brasileiras, ruas, rodovias, entre outros.

Além de ter um papel importante em obras de terraplanagem. Ele torna-se muito importante, pois preparar o solo para uma construção é uma etapa fundamental para qualquer obra. Não podem ter falhas na preparação para, dessa forma, não comprometer durante a etapa de viabilização. 

rolo compactador

Os rolos compactadores, também conhecidos como rolos compressores (muito embora essa última forma não seja 100% correta), são equipamentos destinados à etapa de compactação de algum tipo de material, normalmente de uma rua ou rodovia que acabou de ser asfaltada.

Amplamente utilizados na pavimentação, asfaltamento e cascalhamento, o rolo ajuda a compactar as camadas da construção e o solo. Também é importante ressaltar que o rolo terá que ser trabalhado em solos específicos, para que seja possível realizar o melhor trabalho ali. Os resultados podem ser diferentes considerando os tipos de cilindro que o rolo terá, o que poderá ser fundamental dependendo do tipo de projeto a ser realizado. 

Motoniveladora 

Também conhecida popularmente como “niveladora de estrada” ou como “auto patrol”, as motoniveladoras geralmente são alugadas para a construção civil em grande escala. A demanda é altíssima! Especialmente quando ela será trabalhada na construção com outros equipamentos disponíveis. Ela e outros conseguem executar perfeitamente a função de nivelar estradas e também patamares. 

motoniveladora

Uma motoniveladora ou patrol como também é conhecida, é uma máquina pesada usada para aplainar o terreno e prepará-lo para construções de estradas, pistas de aeroportos, edifícios, por exemplo. Para operar esse grande veículo o profissional deve ter CNH das categorias D ou E, certificado de um curso profissional e ensino fundamental cursado até a 4ª série.

As motoniveladoras ajudam a preparar a superfície, além de dar acabamentos requintados para a estrutura de construções. Capazes também de atuar na abertura das estradas, as motoniveladoras ajudam a preparar seu canteiro de obras, a construir barragens e limpar as pistas. 

Caçambas 

As caçambas fazem parte de equipamentos pesados, atuando como forma de ter contato direto e de lidar com areia, pedras, terra, entre outros. Elas atuam em caminhões basculantes, em conjunto com retroescavadeiras e também com escavadeiras comuns. Em máquinas pesadas, as caçambas são utilizadas para transportar materiais que foram escavados, ou não, a fim de tirar todos os resíduos de determinada obra. 

caçamba

Certifique-se de substituir ou reformar as facas e placas de desgaste na parte inferior da caçamba sempre que necessário. Se a manutenção não for feita da maneira correta, o consumo do equipamento frontal poderá causar um alto prejuízo. Além disso, você deve saber escolher a caçamba para evitar que esse desgaste global e consumo na extremidade frontal da máquina aconteçam.

Existem diversos tipos de caçambas que podem ser acopladas a maquinas para gerar o melhor uso possível nas construções ao longo do país. E elas, assim como os outros itens dessa lista, também podem ser alugadas. 

Retroescavadeira

A retroescavadeira é uma das principais máquinas pesadas que acabam sendo locadas para o canteiro de obras pelo Brasil Inteiro. Ela é formada a partir da junção de uma pá carregada com uma escavadeira. Hoje em dia, ela é considerada por muitos como a principal máquina de linha amarela. 

retroescavadeira

Por conta da sua estrutura, acoplada a uma carregadeira frontal, o veículo tem grande atuação na construção civil, servindo muito além da abertura de valetas. Mas não se engane, pois elas também podem atuar com a mesma eficácia em ambientes rurais, por isso possuem modelos projetados especificamente para cada um dos cenários.

Ela tem como principal função a de escavar valas. No entanto, engana-se quem pensa que ela só faz isso. A retroescavadeira também é capaz de realizar pequenos carregamentos de entulhos e materiais, além de fazer pequenas escavações pelo espaço. A retroescavadeira também é capaz de realizar serviços em locais confinados, graças as suas versões disponíveis em pequeno porte. Em suma, a retro é versátil e sempre será necessária em qualquer obra.

Escavadeira Hidráulica

A escavadeira hidráulica é uma máquina que possui diversos modelos diferentes, variando conforme a necessidade da atividade da construção civil na qual ela será aplicada. 

na terraplenagem, as escavadeiras ficam com o trabalho mais pesado

na terraplenagem, as escavadeiras ficam com o trabalho mais pesado

A escavadeira hidráulica pode atuar com remoção do solo e de entulhos, na escavação, perfuração, desobstrução de canais fluviais, no carregamento de caminhões, para organizar materiais em grandes quantidades, movimentação de terra, entre outros. 

A redução da frota das grandes construtoras

Antigamente as grandes construtoras possuiam uma grande frota de equipamentos assim como uma área enorme de manutenção com peças e especialistas para cuidar da manutenção.

Mas nas últimas décadas as grandes “obras faraónicas” deixaram de existir e as maiores obras abertas pelos governos normalmente são divididas entre diversas partes ou até em diversos consórcios.

Empresas como Camargo Corrêa e Odebrecht, que tinham um parque enorme de máquinas e equipamentos, precisaram se adaptar a essa nova realidade.

Seu parque de máquinas foi reduzido para uma frota essencial, capaz de absorver aos principais projetos, e na medida que a quantidade de projetos aumentava, a tercerização dos equipamentos passou a ser um diferencial.

A locação de máquinas era vantoja para ambos os lados e as grandes construtoras não precisaram imobilizar uma grande quantidade de recursos financeiros em equipamentos parados em seus pátios.

Exigências

Desde o começo dos anos 2000 as exigências começaram a aumentar, principalmente por equipamentos com mais tecnologia e mais novos.

Diversas obras tem restrições a equipamentos com mais de 3 anos, e a utilização de um trator de esteiras D8K não era mais possível em diversos projetos.

Além disso as exigências com meio ambiente e eficiência energética passaram a ser cada dia mais importantes.

As empresas locadoras de equipamentos precisavam ter uma renovação de frota constante para conseguir entrar nos melhores contratos.

Custo de manutenção

Locação de máquinas não é só alegria, quem aluga sabe que o custo para trocar uma esteira de um trator de esteiras aniquiliado pela mineração é grande.

Além do mais, os equipamentos modernos exigem uma série de procedimentos de manutenção que exigem pessoal mais capacitado, e também mais caro.

E quando um equipamento entra na manutençã ocorretiva, o custo de um especialista mecatrônico ou de uma peça original Caterpillar pode comer toda margem do projeto.

O pulo do gato para as revendas

Mutio embora tenhamos um histórico de revendas apreensivas para entrar no mercado de locação e potencialmente “agredir comercialmente” seus próprios clientes com uma dose de canibalismo selvagem, esse movimento não poderia ser freado, como já ocorreu no resto do mundo.

Quando as margens chegam no limite, as revendas tem grandes diferenciais competitivos.

Opção de compra

Muito embora muito se fale que não existe preferência, imaginamos que a realidade seja diferente. A revenda sempre tem a conexão direta com a fábrica e sempre terá a preferência para adquirir os modelos mais novos ou com fila de espera.

Custo de aquisição

Ponto fundamental na questão custo, o preço de aquisição é fator determinante para o cálculo de retorno da locação.

Quando a revenda compra um equipamento para locação, o seu preço de custo é menor do que o oferecido aos potenciais compradores, e nesse caso, a revenda já passa a ter um grande diferencial competitivo, podendo oferecer valores mais competitivos para locação.

Custo de manutenção

De maniera geral, o custo para manutenção dos equipamentos está entre a reposição de peças e a mão de obra especializada.

Sem dúvida que a reposição de peças que ainda serão originais é um grande trunfo sobre a concorrência.

Sob o aspecto de mão de obra, ninguém melhor que a revenda para ter uma mão de obra especializada e treinada para dar o melhor atendimento ao equipamento e preservar a maior quantidade de horas de serviço das máquinas.

Valor de Revenda

Um dos principais pontos para avaliar a relação de retorno de um equipamento, muito embora seja neglicenciado por muitos, é o valor de revenda.

Normalmente equipamentos vendidos pela própria revenda da marca conseguem maiores valores de revenda, o que otimiza a margem geral do projeto ou equipamento.

As revendas entram na locação com força

Não é de agora que as revendas começaram a entrar na locação com força mas esse movimento tem aumentado na medida que as margens reduzem, as exigências aumentam e a expectativa de máquinas novas e mais horas disponíveis fica cada dia maior.

Fica evidente que as revendas tem um diferencial competitivo e ganhar concorrências privadas, mesmo não sendo uma tarefa simples, é muito mais fácil para uma revenda com propostas melhores seja em budget seja na força da marca, aliás quem não quer ser atendido diretamente pela Sotreq quando tem um equipamento Caterpillar à disposição?

Mas não é o fim do mundo

Mas a quantidade de capital imobilizado é um ponto importante e exatamente por isso as frotas das revendas não cresceram e maneira tão avassaladora no mercado.

Empresas desse porte avaliam o custo de capital, retorno ao acionista e imobilização, inclusive na parte contábil.

As principais revendas tem grande estoque de máquinas e normalmente brigam pelos maiores e mais rentáveis projetos, no entanto a quantidade de projetos abertos no país é enorme.

Além da quantidade, as características e personalização de cada um também são complexas, e por isso o mercado para locação não tem porque temer esse avanço das revendas.

Associações importante cmo Apelmat e Abimaq conseguem ver os números de empresas locadoras crescerem a cada ano e também em volume individual e esperam um grande avanço para os próximos anos.

Os benefícios da locação de linha amarela

O maquinário de construção é atualizado de tempos em tempos, e cada vez mais com frequência. Sendo assim, muitos empresários, geralmente, não conseguem atualizar o seu portfólio de máquinas conforme essas atualizações vão acontecendo. Por isso, a locação de equipamentos vem crescendo para de adaptar às necessidades das empresas e de cada cliente diferente. 

Mas fica uma dúvida: comprar ou fazer uma locação de máquinas pesadas? Essa é uma dúvida que muitos empresários possuem, especialmente considerando a demanda de cada negócio específico. Assim, muito se questionam sobre se o aluguel de máquinas para obras é uma alternativa viável e econômica para uma empresa. 

No entanto, antes de fazer o aluguel é importante analisar alguns fatores. O mesmo vale também para a compra de máquinas linha amarela. Questões envolvendo o orçamento da empresa, a temporada de construção durante o momento, a frequência do uso dessas máquinas, entre outros. 

Algumas coisas devem ser analisadas antes de fazer a compra ou aluguel dos equipamentos que farão parte da temporada de construção da sua empresa, como orçamento disponível e frequência de uso das máquinas, por exemplo. A seguir, vamos listar os pontos positivos na locação de máquinas pesadas.

Mais agilidade durante as operações

Outra questão que pode ser facilmente resolvida com o aluguel de linha amarela é o cansaço e a burocracia existentes no processo da compra de máquinas. Fazer um contrato para locação torna-se uma tarefa muito mais fácil, e com menos dores de cabeça, comparando com a compra em si. 

construção civil utilizando locação de linha amarela

Atualmente, o nosso mercado possui mais de 15 mil locadoras de equipamentos diferentes de todas as linhas: leves, manuais e compactas, gruas, plataformas, guindantes e, especialmente, de linha amarela.

Até porque as empresas locatárias são responsáveis até mesmo pela logística do transporte, chegando até ao galpão de contratação de forma simples e fácil, deixando o espaço de acordo com o dia e horário estabelecido no contrato pelo locador. Quer mais moleza que isso? 

Menos preocupações envolvidas durante a locação 

Outro, e talvez o principal benefício de alugar máquinas pesadas, se refere à manutenção dos aparelhos. Sim, como falamos anteriormente, ao comprar uma máquina pesada será necessário que haja manutenção do equipamento periodicamente para que ele continue funcionando normalmente. 

locação de linha amarela em atividade

A última Revolução Industrial tem provocado algumas mudanças gritantes em todas as áreas de atuação. Por isso, hoje em dia, o compartilhamento de produtos torna-se mais valorizado. O setor de locação é o que mais passa ileso em relação aos impactos de adaptação negativos.

Aqui, no caso, as manutenções ficarão a cargo da empresa locatária. Já o locador poderá ficar sossegado. Qualquer problema que poderá surgir, é facilmente resolvido com uma ligação direta a empresa responsável, que terá o papel de disponibilizar toda a infraestrutura essencial para a operação dos serviços e de todo o equipamento que for contratado. 

Seguem algumas desvantagens da locação de linha amarela: a construtora não será dona dos equipamentos alugados; é fundamental obedecer às regras e limites impostos pela empresa que fará o serviço locador; ficar a mercê do pagamento de impostos; entre outros.

Viu só como existem inúmeros benefícios de locação de linha amarela? Agora vamos falar um pouco sobre como está o atual setor de vendas de linha amarela. Confira a seguir.

Como está o atual setor de vendas de linha amarela?

Falamos de locação de linha amarela, mas não podemos deixar de fora também a importância do setor que trabalha com vendas e revendas desses equipamentos. 

As vendas de equipamentos também passaram a crescer, mesmo com a pandemia, graças a um setor atraente e repleto de oportunidades. Essa comparação é feita pensando no setor e seus números desde 2015. Em 2019, foram comercializadas mais de 14.500 máquinas para a construção civil, número que representou um aumento comparado com as 11 mil vendidas no ano anterior, em 2018. Já entre 2016 e 2017, o número foi apenas de 7 mil unidades. 

locação de equipamentos para construção civil

Diferente de muitos outros setores da economia, as atividades da área de infraestrutura e de construção não foram totalmente paralisadas durante a pandemia de coronavírus. O mesmo pode ser dito também sobre a construção civil. Aliás, esse setor desde o início fora classificado entre as atividades essenciais em, essencialmente, no país inteiro.

Dessa forma, os negócios envolvendo máquinas e equipamentos para construção civil e também para a mineração, como tratores de esteira e retroescavadeiras, não foram paralisados. Segundo o que foi informado pela Sobratema – Associação Brasileira de Tecnologia para a Construção e Mineração, mais de 30% das vendas no primeiro semestre de 2020, em comparação ao período homólogo, aumentaram. 

No entanto, este desempenho não impediu a queda na produção do setor. Muitos fabricantes acabaram por optar pela suspensão das atividades produtivas por um período. Fazendo uma comparação pelo semestre inteiro, a produção ficou 23,6% abaixo da verificada pelo mesmo período no ano passado. 

Também houve um grande recuo nas exportações, cerca de 41,8%. Esses dados também ajudam a explicar a diferença entre alta nas vendas e na queda da produção durante o período analisado.