Associação Brasileira de Tecnologia
para Construção e Mineração

BLOG SOBRATEMA

Publicado em 12 de março de 2019 por Mecânica de Comunicação

Ações sustentáveis devem orientar todas as fases da construção 

A atividade da construção civil é composta por diversas fases, desde o projeto até a manutenção de uma obra e a eventual necessidade de demolição. Muitos dos processos ligados à construção civil produzem quantidades significativas de resíduos, um dos traços mais evidentes do necessário cuidado com o meio ambiente que o setor deve promover. Além da questão dos resíduos, a pauta sobre sustentabilidade na construção aparece por meio de outras características; por exemplo, a racionalização de atividades no canteiro de obras e o uso de elementos pré-fabricados contribuem para o aumento da sustentabilidade, pois são práticas baseadas no uso consciente de recursos finitos.    

O desenvolvimento sustentável aplicado à construção civil deve ser uma preocupação presente desde o planejamento dos empreendimentos, sejam eles comerciais ou residenciais. É importante trabalhar nessa fase com equipes multidisciplinares, com o objetivo de desenvolver requisitos para garantir níveis de qualidade e sustentabilidade necessários. Na fase de projeto, o principal profissional envolvido é o arquiteto, que deve levar em conta um conjunto de condicionantes, como clima e insolação, e outros aspectos considerando questões ambientais, como energia incorporada ao processo de produção e emissão de CO². As tecnologias definidas em projeto também devem seguir a orientação sustentável, sendo priorizadas aquelas com menor impacto ambiental ou substituídas, quando possível, por soluções sem o uso de energia, como emprego de vidros em fachadas para entrada de luz natural.  

Sobre manutenção do imóvel, devem ser criados artifícios que facilitem tal atividade, pois isso retarda a necessidade de intervenções corretivas e aumenta a vida útil do empreendimento. Ao término da vida útil de um imóvel, é comum que se inicie o processo de demolição. O nível de sustentabilidade de tal fase está ligado ao volume de resíduos com potencial de reciclagem, por isso é importante escolher os tipos de materiais com antecedência. Outra estratégia pode ser o retrofit, ou seja, a adequação de um imóvel para um novo uso.    

Outras considerações sobre o assunto estão na dissertação de mestrado Sustentabilidade das Edificações: do projeto à demolição. O texto, de autoria de Eugênio Henrique Leicht Neto e orientação de Maria da Graça Xavier Ferreira, foi aprovado pela Universidade Católica de Pernambuco (Unicap).    

}