Associação Brasileira de Tecnologia
para Construção e Mineração

BLOG SOBRATEMA

Publicado em 24 de maio de 2019 por Mecânica de Comunicação

Telhado verde é medida sustentável capaz de oferecer vantagens em imóveis 

A crescente urbanização provoca problemas ambientais com cada vez mais frequência e, dessa forma, também estimula o uso de ferramentas e técnicas para a melhoria e proteção do meio ambiente nos centros urbanos. Uma solução é encontrada em telhados verdes - sistema construtivo capaz de trazer vários benefícios aos usuários de determinado empreendimento que o tenha adotado, como elevação do conforto térmico, e também à população em geral, pois a técnica combate diferentes tipos de poluição e ajuda a controlar enchentes por meio da drenagem de água pluvial.  

O conforto térmico é a vantagem mais conhecida provocada pelo uso de tal técnica. Estudos baseados na comparação entre o desempenho de telhas cerâmicas e o de telhados verdes concluíram que mesmo em locais sem a instalação de aparelhos de ar condicionado, mas com vegetação no topo do imóvel, as temperaturas atingidas estão de acordo com a norma NBR 16401, referência que estabelece os requisitos mínimos de projeto para sistemas de ar condicionado e descreve as condições ideais de conforto térmico nos ambientes. O telhado verde também é um grande aliado na gestão hídrica de edificações, pois além de causar a diminuição do escoamento da superfície, pode armazenar a água da chuva para outros fins, como irrigação de jardins e limpeza.  É importante notar que algumas variáveis - profundidade do solo, índice pluviométrico, inclinação e tipos de vegetação - influenciam no escoamento e capacidade de armazenamento, devendo ser consideradas na fase inicial de projeto e de acordo com as necessidades do empreendimento.  

O emprego de telhados verdes contribui ainda para o aperfeiçoamento estético de edificações que, ao integrar vegetação no projeto arquitetônico, tornam-se mais receptivas para o usuário do imóvel e para a comunidade onde está inserido. Algumas características do telhado verde implicam em melhorias sociais, pois além de suavizar a paisagem urbana, trazem a possibilidade de criação de jardins e espaços destinados à convivência de pessoas ou de transformar áreas localizadas no topo dos edifícios, antes inutilizadas, em hortas e até parques, dependendo da estrutura.   

Um recente estudo acadêmico investigou o tema; trata-se da dissertação de mestrado Avaliação de Sistemas de Telhados Verdes: Análise Térmica e Hídrica nos Diferentes Sistemas Cultivados com Callisia repens, de autoria de Gustavo de Castro Carvalho Carvalho, com orientação de Paulo Sérgio Tonello e Jarbas Miranda e defendida na Universidade Estadual Paulista (UNESP).

}