Associação Brasileira de Tecnologia
para Construção e Mineração

BLOG SOBRATEMA

Publicado em 11 de setembro de 2019 por Mecânica de Comunicação

Decantação é técnica viável para tratamento e reuso da água pela construção civil

O processo de tratamento e o reuso da água são práticas cada vez mais empregadas, principalmente nos grandes centros urbanos, onde a escassez provoca altos investimentos e custos operacionais para captação e adução de águas em grandes distâncias. Por ser uma atividade com grande consumo de recursos naturais, a indústria da construção civil vem se conscientizando sobre a importância de manter práticas e efeitos sustentáveis por meio do tratamento e reuso de água.   

A decantação é uma das técnicas mais tradicionais de tratamento de água e resulta da ação da força da gravidade sobre as impurezas, permitindo a sedimentação delas no fundo de determinado recipiente. Para a aplicação do reuso em processos industriais e da construção civil, deve ser dada uma atenção especial à qualidade das águas em questão e aos efeitos potenciais na saúde dos usuários e nas instalações das indústrias ou canteiro de obras - como corrosão, incrustação e deposição de materiais sólidos nas tubulações, tanques e outros equipamentos. No caso específico da construção civil, a atividade de tratamento e reuso da água apresenta grande potencial na produção de concreto, em que o recurso hídrico é fundamental para a hidratação do cimento.    

Uma recente pesquisa acadêmica estudou uma empresa especializada na área de engenharia de concreto e propôs algumas soluções para otimizar o processo de tratamento já empregado. Por meio de medidas simples, como redimensionamento dos tanques de decantação e treinamento de funcionários da parte operacional da empresa, foi possível aumentar de 50% para 70% a porcentagem de água economizada na produção de concreto e em atividades complementares, como a lavagem dos caminhões e betoneiras.  

Outros detalhes foram publicados na dissertação de mestrado Processo de Gestão para Utilização da Água para Indústria da Construção Civil, de autoria de Monik de Souza, com orientação de Jandecy Leite e aprovada pela Universidade Federal do Pará (UFPA). 

}